domingo, 18 de abril de 2010

Ondas ( os teus lábios )


São uns sensores de verdade
teus lábios sinceros em mim,
São alimento duma saudade
em vagas de quente carmim.

Os teus lábios minhas ondas
são nus e crus para afundar,
Sempre altivas essas ondas
são para entrar e mergulhar.

Se eu por mim em ti naufrago
acolhes-me numa duna macia,
Se eu por mim em ti me alago
teus lábios do sorriso à alegria.

________
Vamaloso
________

Foto : Google

Sem comentários:

Enviar um comentário