segunda-feira, 20 de julho de 2009

No Raval são coisas do Botero Gato

Se a noite mistura a cor numa nação
é verão de sábado em festa no Raval,
Canta-se bem alto de tesouro na mão
onde som só desmaia no passo final.

Traziam na mão esse pedaço dourado
de somar páginas em grossa espuma,
cruzavam alegre baptismo de pecado
de cheios por milagre levitam na rua.

3 da manhã o amor é saber cumprido
táxi ao alto livro na mão emprestado,
3 gerações de praça dizia nunca visto
trazer livro são coisas do Botero Gato.
________
Vamaloso
________

Foto: Google

quinta-feira, 16 de julho de 2009

ahH Dois Ó

Num borrifar que salpica lençóis de pele
ser autor de película de longa metragem,
é chapinar no charco da colmeia de mel
por onda que se faz vaga pela amaragem.

Essa cascata de chuva na noite desperta
corrente leito onde não há ponto sem nó,
são puras as gotas de espuma nessa tela
e são felizes num cadeado ahH Dois Ó ó.
________
Vamaloso
________
Foto: Vamaloso

domingo, 12 de julho de 2009

Ice Bar por Barcelona

Quando transpira quente a inércia da noite
no corpo líquido no vítreo ponto de fusão,
Apetece agitar o copo da vida num açoite
para refrescar atmosfera densa de pressão.

Sol alto que despede orla fresca da praia
com inércia talvez te escolha como o lar,
Lua alta que veste a noite tal peixe arraia
visto manto e quebro gelo só no Ice Bar.

________
Vamaloso
________
Foto: Google

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Verão !

Descalço do amor na areia do verão
enterro os pés para sentir cada grão,
Despido no meu mar que soma um
mergulho a mente em lugar comum.

Protegido corpo no creme do verão
cubro a pele da memória da paixão,
Liberto ao sol que serve de arcanjo
adormeço ao som do mar de banjo.
________
Vamaloso
________

Foto: Google