sábado, 24 de outubro de 2009

Letras de mata-borrão


Desenho apreendido em ponta para curva de tinta permanente
e marginal rasga ordenadas ideias que mostram linhas estantes,
Um traço de arco ou laço que arrebita ou se estica alegremente
e errante só o espaço para as palavras que se querem pensantes.
.
Esboço sofrido mais tarde festejado pelo primeiro nome traçado
depois paixão contida em carta de letras esforçadas num coração,
Encontrei hoje a caneta amiga com o amor de infância guardado
e as minhas letras aprendizes de sonhos e mestres de mata-borrão.
________
Vamaloso
________
Foto : Google

1 comentário:

  1. Lindissimo este poema! Como um simples mata borrão guarda tanta coisa...
    Bjs
    Graça

    ResponderEliminar